A face da esperança {tarte de tomate à Portuguesa}

10 de Julho de 2016 fizemos história.

Quem me conhece sabe que não ligo muito a futebol. Tenho um clube com quem simpatizo mais, mas com a selecção fico sempre muito mais atenta. Mas sei o que isto significa. O futebol é o maior desporto do nosso país e ganhar esta taça mexe com muita coisa, muita gente e é muito importante para a nossa auto-estima.

É fundamental analisar esta vitória como uma vitória de um país que andava adormecido, que andava cabisbaixo e com muita pouca vontade de sorrir. Esta vitória é importantíssima para que nos ajude a acordar, lavar a cara e enfrentar a vida com um sorriso nos lábios e com a certeza de que poderemos sempre vencer e ir contra todos os obstáculos.

Como diz uma amiga minha, isto não é só futebol. Isto é muito mais do que isso. Isto é um país que precisava de um arrebitar destes há muito tempo. É um reafirmar de que somos bons, somos tão bons, somos os melhores. É uma lição de vida, de dedicação, de coragem, de luta e de vitória.

Que seja uma certeza para todos nós, de que somos uma nação valente e imortal. Vamo-nos levantar hoje de novo, pelo esplendor de Portugal!

🇵🇹 VIVA PORTUGAL🇵🇹 

Tarte de tomate à Portuguesa 🇵🇹

Ingredientes:


1 massa folhada
2 tomates vermelhos grandes
1 tomate amarelo
Folhas de manjericão q.b.
250 g de requeijão
1 dente de alho
sal q.b.
Pimenta preta moída na hora q.b.
Manjericão fresco q.b.
Azeite extra virgem q.b.
Raspa de 1 limão
Oregãos secos q.b.

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Numa tarteira coloque a massa folhada e cubra com papel vegetal e feijões secos.
Leve ao forno sensivelmente por 20 minutos, ou até folhar.

Faça o recheio. Pique o alho bem fininho e os coentros, junte ao requeijão, tempere com sal e pimenta.
Remova a pele dos tomates. Para isso, faça uma cruz com a ajuda de uma faca, nas extremidades dos tomates. Coloque num tacho água a ferver e mergulhe os tomates durante 2 minutos. Numa taça à parte com água e gelo coloque os tomates. Retire e verá que será muito simples pelar os tomates.
Parta às rodelas os tomates.

Remova a tarteira do forno.
Retire os feijões e o papel vegetal. Cubra a base da massa folhada com o preparado de requeijão.

Coloque as rodelas dos tomates e as folhas de manjericão de forma a decorar como a bandeira portuguesa. Polvilhe com orégãos, tempere os tomates com sal e pimenta e com um fio de azeite. Leve ao forno durante 10 minutos.

Quando retirar do forno volte a polvilhar mais orégãos e mais azeite.

A face da esperança {tarte de tomate à Portuguesa} Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *