Atchim! {Infusão de gengibre e cúrcuma}

Ando há uns dias constipada. Fiquei afónica e de imediato surgem logo as “receitas” (de medicamentos comerciais) de toda a gente à minha volta, mas pior ainda é a constante pergunta “já foste ao médico?”. Não, não fui ao médico, porque estou afónica e constipada, não tenho dores, mas tenho aqui estes vírus todos chatos que não me deixam dormir tranquila e que me obrigam a dar aulas em sussurros. O que torna o caso caricato, no mínimo:
– “Meninos, por favor, não façam barulho para eu conseguir falar convosco.” [cadeiras a arrastar, lápis a cair, computadores com sons ligados, conversas paralelas]
Volto a insistir: “Pessoal, têm de se calar.”
Todos, completamente distraídos, nem uma única alma me ouve.
O que me valem são as novas tecnologias. Coloco música no meu computador e ponho o mais alto que as colunas dão. Todas aquelas caras, cheias de espanto, olham para mim, com expressões de “esta mulher é maluca, só pode!”
Desligo a música e sussurro: “podem por favor calar-se, para eu poder dar a aula?”
Todos ao mesmo tempo: “O QUÊ???”
Finalmente atingiram, a professora está completamente sem voz. Quando cai a “ficha”, notam-se sorrisos disfarçados, mas lá se calam e tentam a todo o custo ouvir a professora que sussurra, em vez de falar.
O mais engraçado, é que com isto eles começam a falar mais baixinho comigo, alguns até sussurram, como se estivéssemos todos a contar segredos uns aos outros.


Isto para vos contar que realmente tenho andado bastante atacada. E quando isto me acontece, não havendo mais nenhum outro sintoma (como garganta inflamada com pus, ou dores de cabeça insistentes, ou dores de ouvido, ou tosse compulsiva), eu ato-medico-me com o meu xarope milagroso e ando todo o dia com a infusão milagrosa do xarope.

Então, hoje, dia mundial da alimentação, tinha de partilhar convosco este segredo. Que cura tudo. Cura mesmo, acreditem. E tudo porque temos super alimentos muito poderosos.

Ora vejam:

Gengibre: tem efeitos antibióticos, ajuda à digestão, é um poderoso desentoxicante, ajuda no combate às infecções e inflamações, dor nas articulações, na circulação, nas náuseas (também nas náuseas derivadas da gravidez) e enjôo. O sabor é maravilhoso e pode ser usado em imensas coisas, como sumos, smoothies, resulta lindamente em molhos, compotas de frutas e sobremesas. Adoro temperar carne e peixe com ele. é sem dúvida um elemento obrigatório cá em casa. Compra-se em praticamente todo o lado, seja em pó, ou mesmo em tubérculo.

Cúrcuma: a cúrcuma é um antioxidante muito forte e tem sido usado como medicina tradicional ayurvédica ao longo da história. É considerada uma erva que limpa todo o corpo, especialmente no fígado. Ela é utilizada para suportar a digestão, o tratamento da febre, infecções e inflamações. O ingrediente activo na cúrcuma é chamado curcumina e tem provado ter efeitos similares como medicamento anti-inflamatório. Cúrcuma e pimenta preta ou caiena fazem um par extremamente poderoso. A pimenta preta ou caiena ajuda a aumentar a biodisponibilidade da curcumina por milhares de vezes. Cúrcuma tem um ligeiro sabor amargo, mas combina muito bem com outros sabores.

Mel: O mel poderia ser considerado, de uma forma simplória, uma espécide água com açúcar, mas o seu alto teor em frutose diferencia o mel do açúcar devido a um menor índice glicémico e, consequentemente, subidas menos acentuadas dos níveis de glicemia e insulina.
O mel contém polifenóis que confere alguns efeitos interessantes na saúde. Estes fitoquímicos possuem desde logo um efeito antioxidante e por norma encontram-se em maior quantidade nas versões de mel mais escuras, diminuindo com o seu tempo de armazenamento. O mel possui ainda propriedades antibacterianas (menor potencial causador de cáries em comparação com o açúcar), anti-inflamatórias e anti-mutagénicas. A sua forte conotação na resolução de problemas do foro gastrointestinal é igualmente consubstanciada no seu poder inibidor da bactéria Helicobater pylori, agente causador de úlceras gástricas.
Hortelã-pimenta: Como antiespasmódico, ajuda com a sensação irritante que provoca o desejo de tossir e que agrava a situação respiratória. Ao relaxar, os músculos da garganta e o peito, pode eliminar os sintomas de constipação e da gripe.
Limão: Seu uso Interno (como também externo) é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, reconduzindo ao estado e funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo. Nas afecções gastro intestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e que contribuem para gerar as ulcerações. Ainda combate as fermentações e os gases.
Pimenta Caiena: tem a capacidade de aliviar a dores de estômago, úlceras, dores de garganta, tosse espasmódica e irritantes, e diarreia. Ajuda a diminuir o muco das gripe e constipações, com isso o muco começa a sair do corpo, alívio de sintomas da gripe.
Como já deu para perceber é quase impossível esta infusão não funcionar. Estamos a utilizar os melhores ingredientes que podemos para nos ajudar a reforçar a nossa imunidade e a mandar embora todas as bactérias e vírus do nosso organismo.
É fácil de fazer, é fácil transportar (coloquem numa termos), os ingredientes arranjam-se com facilidade. Não há motivos para não o fazer.
Chá de gengibre e cúrcuma
Ingredientes:
3 cm de gengibre fresco (pode optar por uma colher de chá bem cheia de gengibre em pó)
3 cm de cúrcuma fresca (pode optar por uma colher de chá bem cheia de cúrcuma em pó)*
1 grão de pimenta caiena moída (pode optar por pimenta preta)
Casca e sumo de 1/2 limão
Hortelã-pimenta q.b.
1 colher de sopa bem cheia de mel  
Preparação:
Faça o xarope para a infusão de gengibre e cúrcuma. 
Rale a cúrcuma, o gengibre e a casca do limão. 
Coloque numa tacinha, jute o mel. 
Moa o grão de pimenta e junte ao preparado.
Adicione o sumo do limão e envolva bem.
Rectifique a consistência juntando mais mel ou sumo de limão.
Ferva água juntamente com a hortelã-pimenta. 
Junte o xarope à infusão.
Poderá,também, optar por colocar todos os ingredientes na chaleira (excepto o mel) e no final adoçar a infusão de gengibre e cúrcuma com o mel.
*A cúrcuma é o açafrão das índias, arranjam em qualquer supermercado.
Seja como for, todos estes ingredientes se forem biológicos, essa é a preferência máxima.
Nota pessoal: Eu adoro o sabor desta infusão. Ajuda de tal forma a manter o metabolismo que faço frequentemente, mesmo sem andar constipada. Espero ajudar-vos a combater eficazmente estas maleitas. O xarope também funciona, mas é mais difícil de consumir, arde bastante devido ao gengibre.
Atchim! {Infusão de gengibre e cúrcuma} Comentários
  1. Boa tarde
    tenho uma dúvida: a cúrcuma não é o açafrão das indias pois não? E posso utilizar os estigmas do açafrão das índias para fazer esta receita? Ainda não percebi a diferença! Obrigada

    1. ok! vou experimentar, espero que passe a ser uma boa alternativa aos medicamentos! no outro dia só com chá de gengibre e limão fiquei muito melhor e se tiver dores de garganta, só o mel antes de deitar, já faz bastante! portanto promete! só espero que o meu bébé não estranhe muito o sabor do leite 🙂 obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *