Tagliatelle com sardinhas picantes

Esta receita surgiu de um dia em que eu não sabia o que havia de fazer para o jantar. Não tinha grande coisa no frigorífico, a minha mini estava meia adoentada pelo que uma canja era suficiente para lhe dar de jantar. Mas o que fazer para mim e para o Miguel?

É assim nestes momentos em que as coisas podem correr maravilhosamente bem, ou por outro lado, um verdadeiro desastre. Confesso que fiquei cheia de medo que pudesse acontecer um desastre, mas também não iríamos morrer à fome.

Eu tinha ido à Fábrica de conservas aqui perto de minha casa. É uma fábrica que existe há 103 anos, a fábrica CPN – Conservas de Portugal Norte. Há 25 anos abriram uma outra fábrica na Figueira da Foz, a Briosa. Há relativamente pouco tempo abriram uma loja ao público, aqui em Matosinhos, então fui comprar umas latinhas para experimentar. E esta, das Spiced Sardines, é tão deliciosa que merece este destaque, e mereceu esta receita só para ela.

Esta tagliatelle funcionou tão bem, assim numa tentativa de uma jantar rápido de domingo, que não podia deixar de partilhar convosco.

Tagliatelle with Spiced Sardines

Ingredientes (para 2 pessoas):

1 lata de Spice Sardines da Briosa
2 dentes de alho
2 folhas de louro
1/2 cebola roxa
1 c. de chá de pimenta d’espeltte* (caso não tenha substitua por pimenta cayenne)
4 gotas de sumo de limão
1 fio de azeite extra virgem
4 ninhos de tagliatelle com ovo
sal q.b.

Preparação:

Coza a tagliatelle em água com uma pitada de sal.
Numa frigideira funda coloque os dentes de alho picados e a cebola fatiada em rodelas muito finas. Regue com um fio de azeite (muito pouco) e junte um pouco de sal, a pimenta e as folhas de louro. Deixe o alho estalar e acrescente as sardinhas com o azeite em que vêem envolvidas.
Coloque a massa previamente cozida e e acrescente uma concha de sopa da água onde cozeram.
Sirva de imediato.

*A pimenta d’Espelette foi-me oferecida pela minha querida amiga Sandra, numa das suas viagens a França trouxe-me esta relíquia. Não há pimenta semelhante a esta aqui em Portugal, mas sei que neste prato a de cayenne fica muito bem, também.

Tagliatelle com sardinhas picantes Comentários
  1. Sabes, sou fã acérrima de sardinhas em lata… especialmente em tomate. Adoro! Por isso imagino que estas tenham mesmo ficado uma delicia e julgo que são uma excelente opção para dias mais preguiçosos 🙂
    Beijinhos grandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *