Um gin para brindar aos lugares mágicos, perfeitos para escapadelas (parte III – final)

Tal como vos contei no aqui e aqui, houve uma receita que me marcou, apesar de não poder saborear convenientemente. O Marco, namorado da nossa querida fotógrafa Paula (casal que estive connosco naqueles dias), fez uma série incrível de gins tónicos e até um Porto Branco Tónico.
Como é óbvio, estando eu grávida, foi um suplício, porque só pude bebericar. Molhei os lábios no Porto Branco Tónico e juro-vos, apeteceu-me de imediato dar uma golada. Era um tónico fantástico, onde se sentia o doce das frutas que ele juntou e do limão, juntamente com o Porto Branco oferecido pelo Lugar das Letras, que era divinal.

Para além do Porto Branco Tónico, o Marco fez ainda vários gins. Não pude experimentar todos, senão aí iam todos vocês chamar-me de inconsciente e bem… eheh. Mas dei um golinho neste aqui que vos apresento hoje. Um gin tónico com nectarinas e lavanda… Bem, o sabor é qualquer coisa do outro mundo. Eu que adoro estas bebidas foi mesmo uma tristeza não poder beber um inteirinho, só para mim. Mas o Miguel fez o grande sacrifício de o beber todo… RrrRrrr

Eu tentei reproduzir. Só voltei a molhar os lábios, mas tive uma provadora que disse ser dos melhores gins que já bebeu. Apesar de eu não poder beber, fui eu que o fiz. E, Marco, espero ter feito de forma correcta, mas senão já sabes, fica agendado um workshop de Gins Tónicos para quando eu puder beber à vontade. 😉

Gin tónico de nectarina, lavanda e anis

Ingredientes:

20 ml de gin tónico (usei Jodhpur)*
25cl de água tónica (usei Frize Tónica)
1 estrela de anis (a minha estava partida, mas se for inteira fica mais intenso o sabor e mais bonito)
1 nectarina partida às fatias
1 ramo de lavanda com flor
8 pedras de gelo
Casca de limão

Preparação:

Cortar uma casca de limão e com os dedos partir a casca para o óleo passe para o copo. Passe a casca no no interior do copo para dar mais sabor. Coloque 4 pedras de gelo no copo e com a palma da mão tape a parte superior do copo e rode vezes suficiente para que todo o copo fique gelado. Escoe a água que entretanto ficou do gelo.

Adicione os restantes cubos de gelo. Junte a casca de limão, a nectarina e a estrela de anis. Junte o gin.

Com a ajuda de uma colher de metal coloque a água tónica escorrendo pela colher, para que a água não perca o gás.

Para finalizar coloque o ramo de lavanda.

* Se quiser que o gin tónico fique mais leve, use somente 10ml de gin. 

Obrigada Marco pelas sugestões. Espero que gostes desta versão do teu gin.

Um gin para brindar aos lugares mágicos, perfeitos para escapadelas (parte III – final) Comentários
  1. Ui Gin 🙂 Gosto tanto 🙂 e que forma perfeita de rematar os últimos 2 posts dos sítios maravilhosos por onde andaste 🙂 Adoro o Douro, não tivesse eu uma costela (e a língua também) transmontana 🙂 beijinhos

  2. Adorei esta sugestão!, Gosto muito de gin e estas férias descobri o Nordés, destilado de alvarinho, que normalmente é servido com louro e uva, fiquei fã. Mas também não me importava de ser 'brindada' com este 😉 Obrigada pelas dicas, adorei, sobretudo a do gelo!
    Beijos
    Teresa

  3. Maria João, tenho a dizer que está com um aspecto delicioso.
    Parabéns 🙂
    Foram uns dias fantásticos para repetir concerteza.
    Quanto ao workshop de gins é só marcar.
    Beijinhos.

  4. Já eu nunca experimentei o Gin, mas esta tua bebida está tão, mas tão linda que se torna irresistível.
    Espero que estejas bem e a descansar muito mamã linda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *