Ai, a gravidez!… e uma salada veranil

As hormonas são mesmo traiçoeiras. Se no dia-a-dia de uma mulher as mudanças hormonais já nos pregam partidas, durante a gravidez tudo tem um maior relevo.
Muitas vezes penso que sou só eu que sinto assim, de repente parece que o mundo inteiro se virou contra mim… Mas depois leio um pouco sobre o assunto e percebo que é normal, que faz parte. Quando me apercebo choro… que parvoíce, mas é o que sabe mesmo bem.

São o raio das hormonas e o esquecimento. A cabeça anda no ar, e se não faço apontamentos, listas de afazeres, lista das compras, consultas agendadas com alarmes, avisos diários a apitar em todos os meios electrónicos espalhados pela casa, pura e simplesmente esqueço-me. Chego mesmo a levantar-me para ir à cozinha para ir buscar alguma coisa em concreto, chego lá, abro o frigorífico e fico minutos a pensar “o que é que eu vim aqui fazer?” Às vezes não consigo mesmo lembrar-me… desisto e volto para o meu escritório. Passado uns minutos; lembro-me! O que eu queria era tão somente uma caneta que lá tinha ficado no balcão, porque raio fui directa ao frigorífico?

Recordo-me de estar de, sensivelmente, com 10 semanas de gravidez e ter ido a uma consulta de pediatria com a minha Maria. O pediatra dela perguntou-me: “Como anda a sua memória? Sabe que há tendência a piorar em cada gravidez?” Eu respondi que não estava mal… (achava eu!). Nesse mesmo dia, no consultório ainda, saí para ir pagar e a senhora da recepção: “Esqueceu-se do seu guarda-chuva na sala de espera?”… Deviam ter visto a cara de gozo do pediatra!

E o que fazer?! Só sei que às vezes me sinto mesmo desnorteada. E o pediatra tem razão, eu senti um pouco isto na gravidez da Maria, mas nesta gravidez está mesmo a ser incrível… E tenho falhado com algumas coisas importantes e, desejo do fundo do coração, que as pessoas me compreendam.

Bem, vou ali chorar mais 2 minutinhos e volto já! (lol)

Para afogar as minhas mágoas tão profundas (estou a ser irónica), hoje trago-vos uma receita perfeita para o verão. É fresca, com sabores explosivos e super simples de fazer.

Salada de couscous, bacon e coentros

Ingredientes (para 2 pessoas):

1/2 chávena de couscous
1/2 chávena de água a ferver
100g de bacon às tiras
1 chili vermelha finamente picada
Coentros picados q.b.
Sumo de 1/2 limão
2 cascas de limão sem a parte branca
Azeite extra virgem
1 dente de alho finamente picado
Sal q.b.
Pimenta preta moída na hora q.b.

Preparação:

Ferva a água. Coloque o couscous num tachinho, tempere com sal e pimenta preta e coloque as cascas de limão. Cubra com a água fervida e tape o tachinho com o testo. Deixe ficar assim durante 8 minutos.
Quando o couscous tiver cozido, solte-o com a ajuda de um garfo e retire as cascas de limão.

Numa frigideira coloque o azeite e o alho. Deixe que o alho estale e coloque as tiras de bacon e o chilli. Envolva bem. Retire do lume.

Coloque o couscous na travessa e distribua por cima o bacon. Envolva tudo muito bem. Polvilhe com bastantes coentros frescos finamente picados e regue com o sumo do limão.

Ai, a gravidez!… e uma salada veranil Comentários
  1. Ai Mª João, já me tenho lembrado imenso de ti. Sabes, eu durante as gravidezes não me conseguia concentrar em nada, não conseguia ler um livro e não tinha inspiração nenhuma para o blog. Por isso não sintas que és a única, a verdade é que faz mesmo parte e que felizmente depois nós voltamos a ser de novo nós mesmas.
    Grande beijinho

  2. Este teu texto deixou-me assustada! é que o que descreves é o meu normal 🙁 nem imagino como será se um dia engravidar!!
    Fico-me por esta saladinha leve e mesmo a calhar para dias sem tempo 🙂 beijinhos*

  3. Ahah, que post tão cómico! É normal pois. Quanto mais se aceitar como natural, menos incomóda e transtorna, não será? 🙂
    Aproveito para deixar o meu novo blog sobre maternidade. De uma perspectiva holística e consciente. Pode dar jeito para os próximos meses 🙂
    uaumama.blogspot.pt

    Um beijinho e Parabéns!! *

  4. A minha memória há muito que deixou de ser o que era e nunca passei por uma gravidez… nem quero imaginar no dia em que isso acontecer 😉
    No entanto, ainda bem que há pessoas assim e que nos deixam, por escrito, ideias tão boas como esta! Uma salada óptima, perfeita para trazer para o escritório, seja verão ou inverno!
    Obrigado e muitas felicidades!

  5. A minha memória há muito que deixou de ser o que era e nunca passei por uma gravidez… nem quero imaginar no dia em que isso acontecer 😉
    No entanto, ainda bem que há pessoas assim e que nos deixam, por escrito, ideias tão boas como esta! Uma salada óptima, perfeita para trazer para o escritório, seja verão ou inverno!
    Obrigado e muitas felicidades!

  6. A minha irmã está grávida e está na mesma situação. Esquecimento foi o sintoma que mais a atingiu tadinha. Cá tou eu para lhe servir de agenda e bloco de apontamentos… ah e tb o iphone que lhe dei no aniversário que ajuda em muito 🙂 bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *