O que importa é variar!

Comecei a perceber que muita gente que vem cá a casa gosta muito das minhas saladas. Claro que pode ter a ver com os ingredientes que misturo na própria salada, mas o molho é algo fundamental para que uma salada funcione na perfeição. Eu vario imenso nos molhos. Estou sempre a acrescentar especiarias, e para vos ser sincera, uso muito o que tenho à mão naquele momento.

Hoje trago-vos só receitas de molhos para saladas, sem nenhuma salada em especial. Para mim estes molhos funcionam muito bem em qualquer salada fria. As receitas são muito simples, mas o principal é variar. Experimentem, usem novas especiarias, novos sabores.

Trago-vos três molhos, mas faço muitos mais. Posso depois apresentar-vos ainda mais, mas nem sei se é receita que vos interesse, por isso, por agora vão estes.

Começo por vos apresentar a minha mais recente descoberta. Mal vi esta receita guardei na minha lista das receitas urgentes a experimentar. Tal como esperava é um sucesso. Deliciosa tanto para usar em assados, como em saladas frias. A rama da cenoura fica extraordinariamente bem. A minha receita é um pouco diferente, mas muito influenciada nesta maravilhosa.

Chimichurri de rama de cenoura

Ingredientes:
1 c. de sopa de paprikka (pode ser doce ou picante – eu gosto mais de picante)
1 c. de sopa de cúrcuma
Rama de 2 cenouras
1 c. de sobremesa de cebola seca
3 tomates-secos
1 dente de alho
1c. de chá de flor de sal
3 c. de sopa de azeite extra virgem
1 e 1/2 c. de sopa de vinagre balsâmico
Preparação:
Pique muito bem a rama, o dente de alho e o tomate-seco. 
Misture com todos os ingredientes.
Este dip é dos meus favoritos. Adoro o doce em mistura com o salgado. Fica bem em maior parte das saladas ou até mesmo comido em tostas. Às vezes em vez de usar o iogurte grego uso maionese, feita por mim, só com azeite e ovo. 🙂
Dip de iogurte grego e menta
Ingredientes:
2c. de sopa de iogurte grego
1/2 chilli
6 folhas de menta-chocolate
flor de sal q.b.
1c. de chá de açúcar
pimenta-preta moída na hora
Preparação:
Pique bem a menta-chocolate e o chilli. 
Misture com todos os ingredientes.
Este molho é talvez dos que pode trazer mais ou menos adeptos. Porque fica um pouco doce e como não leva mais nenhum citrino pode ficar demasiado intenso. Caso goste de um molho mais intenso e mais agridoce junte, também, sumo de meio limão. Faz muita diferença.
Molho de laranja e salsa
Ingredientes:
3 pés de salsa
Sumo de meia laranja
6 grãos de pimenta-rosa
1c. de chá de coentros em pó
Flor de sal q.b.
2 c. de sopa de azeite extra virgem
1 c. de sobremesa de mirim (pode substituir pelo sumo de limão se gostar de um molho mais agridoce)
1 c. de sobremesa de vinagre de vinho
Preparação:
Pique bem a salsa.
Misture com todos os ingredientes
O que importa é variar! Comentários
  1. O ano passado no Primavera Sound no Porto, comi uma grande sandes de picanha com molho chimichurri e fiquei louca com aquele sabor!!! Nunca mais consegui um sabor parecido ou igual..
    Agora quando vi o teu.. fiquei com mil saudades 🙂 Vou ter de fazer um!

  2. Até há bem pouco tempo as minhas saladas iam só com azeite e (muito) vinagre e também percebi que às vezes um molho mais caprichado melhora em 200% uma salada. Ainda assim confesso que me falta muitas vezes inspiração e por isso vou aproveitar muito bem estas tuas receitas.
    P.S. até de molho de salada tu fazes um post girissimo 😉
    Beijinhos

  3. Ora aqui está uma coisa que nós temos em comum, saladas e molhos, molhos e saladas! Adoro tu bem sabes, e no final fazemos aquela coisa secreta! Adorei as sugestões todas bem diferentes e com toque pessoal. beijos

  4. Apesar de no LB não aparecerem com muita frequência, cá em casa fazem-se e come-se muitas saladas, por isso gostei muito das tuas sugestões.
    E as fotos estão muito bonitas. Também quero uma base de mármore 😉
    Beijos
    PS: tenho tido muito pouco tempo para visitar os blogs de que gosto, mas dei uma vista de olhos aos teus posts do bolo do dia da mãe e da Pavlova, que maravilha ambos!

  5. Adoro saladas e tenho sempre imensas ideias para as fazer!
    O problema é que detesto fazê-las na hora de lavar as "couves"… por isso a salada é feita quando chega o/a primeiro convidado, convido logo a lavar a salada. O resto já é comigo 🙂
    Estes teus molhos são realmente fantásticos!
    Vou guardar para fazer a saladinha logo depois de alguém lavar os verdes.
    Beijinhos
    Cláudia

  6. Que lindas as fotos!
    Eu adoro saladas, nem sempre aparecem no blog porque as como à noite ou em dias que não apetece montar o cenário 🙂 esse chimichurri já me fica a dar gula.
    Um beijinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *