Sobremesa que enche os olhos…

… e a barriga de satisfação.

Já tinha experimentado uma vez fazer uma pavlova. Ficou boa, mas precisava de ter uma batedeira mais potente para bater melhor as claras, para que ficassem mais no ponto e falhei no tempo de forno. Esta sobremesa não é difícil de fazer, exige alguma técnica e, principalmente tempo de espera.

De prenda de aniversário o meu marido fez-me uma surpresa. Chegou a casa, passado uns dias, uma encomenda da Amazon. Enorme… fiquei a olhar para aquilo incrédula. Ele ofereceu-me uma Kitchen Aid. Lindíssima, branca como eu gosto. O problema, é que entretanto fomos de férias e não pude estreá-la. Só consegui fazer a primeira experiência esta semana. A minha Miss White (já está baptizada!) trabalha maravilhosamente, e este merengue ficou batido na perfeição. Fiz pequenos suspiros com metade do merengue e a outra metade fiz uma pavlova pequenina, mas deliciosa.

Pavlova de limão e frutos vermelhos
(receita adaptada do livro The Meringue Girls)

Nota inicial: A pavlova que vêm na imagem é pequenina, mas vou dar-vos a receita para uma pavlova grande.

Ingredientes:

Para o merengue:

150g de claras (sensivelmente 5 ovos médios)
300g de açúcar
1 pitada (muito pequena) de sal
1 colher de chá de essência de limão

Para a cobertura:

50 ml de sumo de limão
1 ovo L
75 g de açúcar
1 colher de sobremesa de raspas de limão
30 g de manteiga à temperatura ambiente

1 mão cheia de frutos vermelhos à escolha (usei groselha, amoras, framboesas e mirtilos)
4 folinhas de hortelã para decorar
Preparação:
A partir do momento em comecei a ler acerca das Meringue Girls*, nunca mais fiz merengues de outra forma. Elas têm um truque fabuloso o que faz com os merengues fiquem deliciosos e com uma textura única. O grande truque delas é colocar o açúcar no forno antes de o colocar no merengue. Ora vejam as indicações que eu deixo aqui.
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Num tabuleiro forrado a papel vegetal coloque o açúcar de forma uniforme e leve ao forno até caramelizar um pouco as bordas. Retire o açúcar e reduza a temperatura do forno para 100ºC e deixe  a porta entreaberta para que o forno diminua a temperatura mais rapidamente.
Entretanto, enquanto o açúcar está no forno, coloque as claras na batedeira juntamente com uma pitada muito pequena de sal. Comece por bater em velocidade média até as claras ficarem cheias de bolinhas. Nesse momento aumente a velocidade até as claras ficarem bem firmes. (faça o teste, vire a taça para baixo, se elas não caírem estão no ponto). Com a batedeira em movimento médio/alto coloque o açúcar aos poucos e no final a essência de limão. Deixe envolver bem.
O merengue tem de ficar bem pegajoso e fazer picos.
Leve ao forno durante sensivelmente 1 hora.
Quando estiver firme por fora saberá que está no ponto. (Evite a todo o custo ir abrindo o forno, até há quem diga que nunca se deve abrir, mas para primeira vez não sabemos só de olhar se está ou não no ponto). Desligue o forno e deixe a pavlova arrefecer lá dentro. Só quando o forno estiver totalmente frio é que pode retirar a pavlova. (O ideal é fazer à noite, deixar durante a noite inteira e só retirar de manhã).
Poderá fazer o lemon curd no dia anterior, também, para que arrefeça por completo.

Leve ao lume o ovo bem misturado com o açúcar e o sumo de limão.
Com um batedor de varas, mexa sempre para não ganhar grumos, até engrossar.
Deve demorar cerca de 10 minutos. Retire do lume e incorpore a manteiga em pedaços e a raspa de limão. Mexa até a manteiga estar bem derretida e dissolvida no creme.
Reserve e deixe arrefecer.

Para a montagem da pavlova, coloque o lemon curd por cima da mesma e decore a gosto com os frutos vermelhos, a hortelã e o açúcar em pó.
É uma sobremesa linda e maravilhosa para oferecer a convidados.
O curd de limão faz um contraste maravilhoso com o doce da pavlova.
*As Merengue Girls foram-me oficialmente apresentadas pela minha amiga Marmita. Falou-me delas em Londres quando à venda estavam os suspiros delas no Recipiese do Jamie Oliver. Obrigada Sandra, elas são mesmo fabulosas. 
Sobremesa que enche os olhos… Comentários
  1. Lindíssima pavlova 🙂 O ano passado fiz uma bastante parecida, mas a da Maria João ficou mais perfeita, verdade seja dita!
    Que surpresa tão boa, a Kitchen Aid, desejo bons cozinhados na sua companhia!
    Fiquei muito curiosa quanto às Meringue Girls também.
    Beijinhos!

  2. Uma Kitchen Aid!!! Mas que sortuda!
    Sabes, a primeiríssima pavlova que fiz foi a que me saiu melhor até hoje, indiscutivelmente perfeita, acho que nunca mais voltei a acertar como naquele dia.
    Eu adorei a combinação de sabores que fizeste e, claro, a beleza perfeita e clássica que emana dessa tua sobremesa 🙂

  3. Um presente de sonho 🙂
    Fiz uma vez pavlova mas não correu nada bem que nunca mais voltei a tentar e nesta altura o que não falta são claras, quem sabe não faça esta sugestão.
    Adoro o contraste do merengue com o curd deve ser tão bom, perfeita esta sugestão.

    beijinhos

  4. Que óptima surpresa do marido 🙂
    Depois das merecidas férias a nova ajudante teve o tratamento merecido e fez uma pavlova incrível!
    Ficou tão bonita! Mesmo vistosa, com cores fantásticas!
    O livro deve ser fantástico.
    Um beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *