As notas de cozinha do Leonardo Da Vinci

Hoje, dia Mundial do Livro, trago-vos a minha mais recente descoberta nos livros de culinária. É, talvez, o livro mais incrível que recebi como presente. Obrigada, Ana! 🙂

Eu já tinha ouvido falar que o Leonardo Da Vinci gostava de cozinhar, mas não fazia ideia nenhuma do quanto ele era apaixonado pela cozinha e pelo seu percurso em várias cozinhas ao longo da sua vida.

Muito menos sabia que ele tinha sido o inventor do guardanapo, do esmaga alhos, da máquina de fazer spaguetti, até da Nouvelle Cuisine, entre muitas outras coisas. Era verdadeiramente incrível a genialidade deste homem. E, sendo eu uma pessoa das artes, tirei curso de artes no secundário e na universidade, fico completamente estupefacta que em nenhuma aula de história da arte me tenham referido esta deliciosa vertente de Leonardo.

Notas de Cozinha de Leonardo Da Vinci é um dos livros mais entusiasmantes que podem ter na vossa colecção de livros de culinária. Recebi-o há muito pouco tempo e já estou praticamente a terminar a leitura. É um livro diferente dos que costumo apresentar aqui. Não esperem grandes receitas e muito menos fotografias dos pratos (isso não existe). Esperem, sim, uma grande inspiração, uma descoberta de alguém que põe 100% em prática o provérbio “a necessidade aguça o engenho!”

Os desenhos e estudos dele são verdadeiramente incríveis. A forma como ele se refere a regras de etiqueta com imenso humor [algumas vezes humor negro!?] deixam-nos completamente presos na leitura.

Ao longo do livro encontramos receitas e ingredientes que podiam ser usados para ajudar no combate a doenças como a peste e a varíola. Leonardo era um estudante e preocupado pela humanidade em geral e sabia do poder dos alimentos.

Encontramos, também, textos de receitas com histórias pelo meio. Começa por escrever uma receita, terminando com frases deste género “evitar esta receita a todo o custo”. Muito bom!

Carregado de humor, de ideias geniais, de história do século XV onde nos apercebemos de como deviam ser colocados à mesa os papas, cardeais e o seu amo, de acordo com doenças transmissíveis ou não, este livro é delicioso, divertido e obrigatório.

Como já referi, hoje é o dia Mundial do Livro, e a Wook, festeja este dia oferecendo 25% de desconto em todos os livros. Este é a minha sugestão de hoje. Mas vejam a minha colecção de críticas aos livros que mais gosto: AQUI.

As notas de cozinha do Leonardo Da Vinci Comentários
  1. Já estive com esse livro na mão e deliciei-me a ler algumas passagens. Por acaso já conhecia a veia culinária do Mestre (este sim, é o verdadeiro!) e portanto o livro prendeu logo a minha atenção. Infelizmente ainda não o pude trazer para a minha colecção, mas espero que isso acontece muito em breve!

  2. Este não conhecia, nem nunca imaginei que o Homem tivesse jeito para cozinhados, mas para mim é dos maiores génios, e sendo eu apaixonada pela época renascentista este livrinho irá para a lista.

    beijinhos

  3. Não conheço este livro (estou muito curiosa!), mas mas já conhecia esta faceta do Leonardo da Vinci. Li um livro, possivelmente semelhante. Segundo alguns autores, ele foi mesmo o pioneiro na arte do "eletrodoméstico" na cozinha. Fantástico! ;D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *