Uma cozinha minúscula com uma grande chef

Verdadeiramente inspiradora é esta chefe de quem vos falo hoje. Uma história maravilhosa e cheia de magia. Ficamos com a sensação que todos os nossos sonhos podem tornar-se realidade.

Foto da autoria de David Loftus

Rachel Khoo, uma chefe novinha, cheia de energia, super dinâmica, bonita, exótica… tem tudo para nos cativar. Comigo foi assim, mal vi um episódio de um programa dela cativou-me logo. Pela peculiaridade da sua minúscula cozinha, em Paris, onde eram gravados os seus programas e pela forma super simpática e divertida dela falar. Seja qual for a receita que a Rachel nos apresente, fala de tal maneira, cozinha com tanto à vontade que tudo parece super simples e super, hiper, mega saboroso.

Mas como começou isto tudo? Quem é Rachel Khoo?

A Rachel é filha de um pai chinês (Malásia) e a mãe é australiana. Daí a imagem dela, uma mistura de culturas e raças que lhe confere este ar exótico maravilhoso. Para além disso mantém uma imagem muito aproximada às pin-up dos anos 20 o que ainda a torna mais invulgar.
Rachel, nasceu no sul de Londres, em 1980. Ingressou na faculdade e tirou o curso na conhecida Saint Martins College of Art e Design, que mais tarde trabalhou como relações públicas na área da moda. Mas rapidamente se cansou dessa área e decidiu ir tirar um curso de pastelaria no famoso Cordon Blue em Paris, com apenas 600€ no bolso.

Os pais de Rachel acharam que ela estava louca e os amigos também. Ela diz que considera que os amigos sentiam era um pouco de inveja, pois muitos disseram-lhe que invejavam a sua coragem.
Rachel relata que os seus 2 primeiros anos em Paris foram muito complicados. Não tinha amigos e os parisienses não são de afectos fáceis com emigrantes, para além disso o francês dela não era bom, ela até diz “que não era bem considerado francês!” ehehe

Durante essa época, para se sustentar trabalhou como babysister e como vendedora numa loja de perfumes. A sua “sorte” começou a mudar quando conseguiu um trabalho num café. Nesse café ela podia ir testando as suas receitas e criações com os clientes.

Em 2010 terminou o curso no Le Cordon Blue e decidiu fazer um site. Fez tudo sozinha, conseguiu um contrato com a editora inglesa Penguim, para escrever um livro com 120 receitas de autoria dela. Mas ela precisava de um público para testar as suas receitas, então teve a genial ideia de criar no seu minúsculo aparamento um restaurante pop-up. Só tinha 2 lugares disponíveis de cada vez, mas sempre que abria vagas nas redes sociais os mesmos esgotavam no mesmo instante.

Mesmo antes de sair o seu livro, Rachel foi convidada pela BBC para criar a sua própria série de televisão “The Little Paris Kitchen”, algo completamente surreal, o que demorou anos ao Jamie Oliver e Gordon Ramsay conseguirem, Rachel fê-lo num ápice.

Seja como for é totalmente merecido. Foi uma aposta maravilhosa, um programa delicioso, numa cozinha minúscula ela prova que qualquer cozinha serve para testarmos as nossas receitas e criações.

Hoje mostro-vos o meu primeiro livro que comprei dela. Delicioso, genial, com ilustrações lindas (feitas por ela) e receitas maravilhosas. Fotografias completamente fabulosas do meu amigo e grande Lord David Loftus. Entretanto já há outros dela, que falarei mais tarde, mas este para mim, e até agora, é o preferido.

Pelas imagens que fui apresentando dá para calcular as receitas maravilhosas da Rachel. Este livro está recheadinho de receitas apetecíveis a fazer. Como podem verificar na quantidade astronómica de marcações que eu tenho no livro.

Uma das receitas que já experimentei, foi a mousse de chocolate super cremosa. Vejam aqui a receita e imaginem só como todas as receitas dela são super deliciosas.

Vejam aqui, também, um dos episódios do programa da Rachel, o que deu origem a este livro delicioso. Ela agora vai estrear mais um programa, mas em Londres.

Para comprar este livro da Rachel podem comprá-lo AQUI.
A Rachel tem já uma colecção invejável de livros. Podem ver alguns AQUI.

Uma cozinha minúscula com uma grande chef Comentários
  1. caso para dizer "pardon my french" eh eh eh!

    Acho que para mim ela só tem um defeito: muitas calorias na comida. Muitas das receitas são para dias especiais, a menos que queiramos rebolar rua fora com a coronária a rebentar pelas costuras :p

  2. Eu adoro esta Rachel 🙂
    É super fofa, linda e excelente cozinheira.
    Os livros dela, as receitas e a sua história são mesmo isso, fazem-nos sonhar e acreditar.
    E as fotos inspiradoras.
    Um beijinho.

  3. Gosto tanto da cozinha simples e descomplicada da Rachel e do seu jeito engraçado e da forma como comunica. Este livro está na minha lista, descobri o Amazn à pouco tempo e falei com uma tal de Marmita, que me deu umas dicas. Acho que me vou perder…lol. 😉
    Beijinho.

  4. os livros dela estão na minha wishlist à demasiado tempo hehe na última encomenda ainda o seleccionei, precisamente este mas pronto, fica para uma próxima. mas vai ser meu que eu sei hehe adoro os programas 🙂 espero que voltem a dar em breve 🙂 beijinhooo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *