DIY – bouquet de rosas refrescante

Dia dos namorados… é hoje! Não ligamos muito a esta data, honestamente não somos muito de datas. Houve até uma altura que a minha querida amiga Svietta, que trabalha em minha casa, me disse: “O que vão fazer amanhã?” Eu disse-lhe: “Amanhã? Porquê? Nada de especial.” Juro-vos que não estava a compreender, era Julho, que aconteceria no dia seguinte? Ela incrédula a olhar para mim, achava que eu estava no gozo e disse-me: “Então amanhã não fazem aniversário de casamento?” Ohh… caiu-me tudo, juro-vos que não me lembrava. Para mim a data importante é o dia em que começámos a namorar, e mesmo esse dia pode ficar para o dia seguinte, ou a semana seguinte. Nunca houve stress. Claro que aproveitei a deixa e nesse dia à noite encostei-me no ombro do Miguel e perguntei-lhe: “Onde me vais levar amanhã?” Ahahah.. foi lindo perceber a cara de aflito dele, sem saber a que é que eu me referia, não fazer ideia e não querer dizer algo que não podia. Eu fiz teatro cerca de 2 minutos, não mais do que isso, não consegui, desatei a rir à gargalhada e contei-lhe como descobri que dia seria o dia seguinte.

Acho que com esta história deu para perceber que não ligamos nenhuma a estas datas. Mas gosto de fazer coisinhas especiais, normalmente trocamos uns mimos, uma prendinha qualquer e, desde que fomos pais, o namoro deste dia é a 3. Se seguirem o meu instagram verão a dedicatória de amor que o meu marido fez para a nossa filhota.

Então hoje não vos trago propriamente uma receita, mas um ideia de tornar o dia mais alegre e poder oferecer um bouquet de rosas totalmente diferente, único e refrescante!

Trago-vos não uma, mas duas ideias de como usar estas rosinhas. Estas são rosas comestíveis, próprias para infusão. arranjam em lojas especializadas em produtos de chá. Estas foram-me oferecidas pela minha querida Svietta.

Para ambas as ideias basta jutar água e as rosas. Para mim a única coisa aqui em jogo é tão somente a criatividade. E por isso lhe chamo um DIY (Do It Yourself – Faça você mesmo), pois não é propriamente uma receita, mas é sim uma brincadeira com algo que é comestível.

Aqui o que fiz? Dentro do copo grande coloquei um copinho pequeno típico de shot. À volta enchi de água e com uma pinça coloquei rosinha a rosinha, fazendo um círculo, como podem ver na imagem abaixo.

 Depois coloquei o copo no congelor. Deixei gelar. Retirei e fiz uma bebida que eu adoro. Se fosse para um jantar teria colocado um gin tónico ou um Martini Bianco (que eu amo!). Mas fiz o famoso pneu: água com gás natural e uma casca de limão. Ficou delicioso.

Para a segunda ideia, foi tão somente fazer cubos de gelo decorados.

O único segredo nesta ideia é que as rosas são mais leves que a água, então boiam. O que fiz? Coloquei água a metade da covete e a rosa. Gelou. Depois voltei a encher com água até cobrir a rosa. Assim a rosinha ficou mesmo dentro do cubo de gelo. Ora vejam que lindo:

DIY – bouquet de rosas refrescante Comentários
  1. Oh, que coisa tão linda Maria João! Os cubinhos de gelo ficaram o maior mimo. Soubesse eu onde se vendem destas coisas ao pé de mim e ia já experimentar. Fica, certamente, para uma próxima vez.

    Um beijinho, C. ❤

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *