Tarte tatin – 2 versões – nectarina e maçã

Tarte tatin de nectarina

E aqui surge mais um desafio da Dorie às Sextas. Desta vez a receita é a da Tarte Tatin de maçã. Mal a vi e li a receita imaginei que o sabor só poderia ser divinal, mas mesmo assim ultrapassou as minhas expectativas. Esta tarte foi a melhor tarte de maçã que alguma vez experimentei. Gostei tanto da receita que inicialmente segui quase à risca, mas depois resolvi fazer uma segunda (uma vez que é tão boa e cá em casa todos adoraram). Na segunda já modifiquei o fruto e coloquei nectarinas. As nectarinas não estavam muito maduras, mas também não estavam verdes em demasia, o que resultou lindamente pois ficou com um travo agridoce.

Tarte Tatin de Maçã
• Tarte tatin de maçã (primeira versão) •

Ingredientes:

1 embalagem de massa folhada fresca
6 maçãs médias (ou 8 pequenas), doces mas firmes
110g de manteiga
150g de açúcar
1/2 vagem de baunilha

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 190ºC.
Numa frigideira grande, que possa ir ao forno, derreter a manteiga. Inclinar a frigideira ligeiramente, para que as laterais da frigideira sejam untadas com a manteiga derretida (até metade da altura, mais ou menos). Retirar do fogo e polvilhar com o açúcar (tentando formar uma camada relativamente homogénea). Dispôr as maçãs, descascadas, descaroçadas e cortadas em quartos, com o lado redondo voltado para baixo, formando círculos concêntricos. Com pedaços mais pequenos de maçã, tapar eventuais brechas nos círculos – as maçãs vão encolher com a cozedura, por isso é importante que elas fiquem bem aconchegadas na frigideira.
Colocar o miolo da vagem de baunilha na manteiga.
Levar novamente ao fogão, em lume médio, até que o açúcar caramelize.
Este processo vai demorar entre 10 a 15 minutos e convém ser constantemente vigiado – a caramelização pode ocorrer de um momento para o outro. Pode ser preciso ajustar o fogo para que não queime demasiado. O caramelo vai borbulhar em volta das maçãs e por aí se conseguirá ver a cor que está a tomar. Quando estiver da cor do caramelo, aquele dourado escuro, retire do fogo.

Centre o disco de massa folhada sobre as maçãs na frigideira e aconchegue as laterais – pode ficar com uma camada dupla de massa na borda da tarte – o que saberá ainda melhor quando a massa caramelizar ligeiramente.
Leve ao forno durante 30-40 minutos (no meu forno foram 10 minutos) ou até a massa folhada ter inchado e se apresentar dourada.

Coloque um prato mais largo que a frigideira sobre esta e num movimento rápido, vire a tarte para o prato. Pode ter de rearranjar as maçãs sobre a base, uma vez que elas tendem a escorregar neste processo. Espalhe todo o caramelo que ficar na frigideira sobre a tarte e deixe arrefecer pelo menos 10 minutos antes de servir.

Tarte Tatin de nectarina

• Tarte tatin de nectarina (segunda versão) •

Ingredientes:

1 embalagem de massa folhada fresca
6 nectarinas médias (ou 8 pequenas), não muito maduras
110g de manteiga
150g de açúcar
1/2 vagem de baunilha
1c. de chá de canela

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 190ºC.
Numa frigideira grande, que possa ir ao forno, derreter a manteiga. Inclinar a frigideira ligeiramente, para que as laterais da frigideira sejam untadas com a manteiga derretida (até metade da altura, mais ou menos). Retirar do fogo e polvilhar com o açúcar (tentando formar uma camada relativamente homogénea). Dispôr as nectarinas, descascadas, descaroçadas e cortadas aos pedaços grandes formando círculos concêntricos. Com pedaços mais pequenos das nectarinas, tapar eventuais brechas nos círculos – as nectarinas vão encolher com a cozedura, por isso é importante que elas fiquem bem aconchegadas na frigideira.
Colocar o miolo da vagem de baunilha e a canela na manteiga.
Levar novamente ao fogão, em lume médio, até que o açúcar caramelize.
Este processo vai demorar entre 10 a 15 minutos e convém ser constantemente vigiado – a caramelização pode ocorrer de um momento para o outro. Pode ser preciso ajustar o fogo para que não queime demasiado. O caramelo vai borbulhar em volta das nectarinas e por aí se conseguirá ver a cor que está a tomar. Quando estiver da cor do caramelo, aquele dourado escuro, retire do fogo. Centre o disco de massa folhada sobre as nectarinas na frigideira e aconchegue as laterais – pode ficar com uma camada dupla de massa na borda da tarte – o que saberá ainda melhor quando a massa caramelizar ligeiramente.
Leve ao forno durante 30-40 minutos (no meu forno foram 10 minutos) ou até a massa folhada ter inchado e se apresentar dourada. Coloque um prato mais largo que a frigideira sobre esta e num movimento rápido, vire a tarte para o prato. Pode ter de rearranjar as nectarinas sobre a base, uma vez que elas tendem a escorregar neste processo. Espalhe todo o caramelo que ficar na frigideira sobre a tarte e deixe arrefecer pelo menos 10 minutos antes de servir.

Tarte tatin – 2 versões – nectarina e maçã Comentários
  1. Adorei a versão com nectarina! No verão vou experimentar. E o toque da baunilha é sempre delicioso. Já estou com uma gula de ver estas lindas tartes 🙂
    Um beijinho.

  2. faço como tu, à primeira sigo a receita, à segunda começo a ver que coisas posso mudar. Que maravilha de família que devora 2 tartes num instantinho, aqui os bolos ou são despachados para escritório ou acabam por se estragar, até tenho vergonha..
    Obrigada por tb quereres ser anfitriã, estamos arrumados até Junho, e qd começar a organizar os meses de Verão, envio-te uma mensagem ok?
    bom fim-de-semana!

    1. Olá Ana!
      Mas sabes, cá em casa com os bolos acontece o mesmo, é uma tristeza. Mas é necessário explicar-te que tenho sempre a casa cheia, estou sempre a convidar a minha mãe, irmãs e amigos a cá virem. Por isso é que os doces desaparecem. ADoro ter a casa cheia, adoro cozinhar para a família e amigos. E quando os meus sobrinhos me dizem: "Na casa da Tia João adoro comer peixe!" para mim é melhor do que ganhar a lotaria. Encho-me de orgulho, ate pareço um galo com o peito inchado! eheheh

      De nada, será um prazer ser anfitrião de algo tão fantástico.
      Beijinhos e bom fim-de-semana.

  3. Maria João,
    As tartes estão mesmo lindas e como já disse no fb mas não me importo de o repetir, a ideia das nectarinas foi genial. Hei-de experimentar a tua original versão.
    Beijinhos da Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *