“Faz acontecer!” {Tarte outonal de frutos vermelhos}

Há momentos que é preciso parar. Parar para respirar fundo, contar até 10 e voltar a encher os pulmões de ar para avançar. Sou uma pessoa de acção, sou uma pessoa que (como diz a minha querida amiga Magda) faz acontecer.

Tenho um pouco a mania da perfeição, não gosto de avançar com as coisas menos perfeitas, mas já percebi em vários momentos da minha vida que o tenho de fazer. O Miguel diz-me isso muitas vezes: “Faz! Se não estiver muito bem, ao menos está feito. Depois melhoras.” E aos poucos vou ganhando coragem e vou avançando mesmo sabendo que ainda não está nada do que eu tinha imaginado.

Este blogue tem provocado imenso essa sensação, então quando iniciei o projecto da Escola de Culinária, a Clavel’s Kitchen, essa sensação tem sido o prato do dia. E, acreditem, não é nada fácil. Fazer, fazer, fazer, refazer, tentar de novo, bater com a cabeça na parede… O pior de tudo é tomar decisões difíceis, ter a equipa motivada, ter de decidir regras e protocolos…

Criar um negócio tem um romantismo incrível, até realmente se começar a efectivar a coisa. Começa tudo com os valores absurdos que se pagam ao estado, as leis que começam a reger-nos e todas as regras que estamos obrigados a cumprir. A quantidade enorme de papéis que temos de assinar. E… ai o medo começa a ser cada vez maior. Mas tenho a certeza de que este é o caminho. Este é o caminho para vos oferecer cursos altamente competentes, interessantes, úteis e deliciosos.

Seja como for tenho de fazer acontecer. Tenho de criar, tenho de pôr a máquina a andar, tenho de conseguir conciliar tudo e todos. E nada melhor do que no meio de tanta papelada, poder fazer uma pausa, ir tomar um chá e comer uma fatia de tarte de frutos vermelhos, aproveitando que o meu mano está cá de férias.

Tarte Outonal de Frutos Vermelhos 


Ingredientes:

2 folhas de massa quebrada de compra
200g de morangos congelados
100g de framboesas congeladas
50g de mirtilos congelados
1 pau de canela
sementes de 1/2 vagem de baunilha
1 cálice de vinho do porto
1 cálice de água
1 chávena de açúcar amarelo
Gema de um ovo para pincelar

Preparação:

Pré-aqueça o fono a 180ºC.
Coloque uma das folhas de massa quebrada numa forma de tarte com fundo amovível.
Com um garfo faça uns buraquinhos na massa para que ela não incha no forno.
Num tachinho coloque todos os ingredientes e leve a lume brando durante cerca de 30 a 40 minutos (ou até cozer bem e reduzir para metade).
Retire o pau de canela.
Com a varinha mágica reduza o preparado a um puré.
Deixe arrefecer um pouco e coloque o preparado na massa.
No final utilize a outra folha de massa quebrada para fazer as decorações a gosto. Eu fiz umas folhas para demarcar o outono.
Pincele com a gema de ovo a massa.
Leve ao forno durante 30 minutos ou até a massa estar bem dourada.

Bom apetite! 🙂

“Faz acontecer!” {Tarte outonal de frutos vermelhos} Comentários
  1. Acredito que não seja fácil e que trave muito gente. O que não é teu caso e ainda bem.
    Toda a sorte para os excelentes projetos que desenvolves.
    A tarte está fantástica!!! 🙂

    Bjinhos

  2. Pessoas que "façam acontecer" é o que se precisa Clavel e que tu fazes acontecer também já ninguém tem dúvidas :)).
    Não será a burocracia e as papeladas que te deterão na concretização dos teus objectivos, pois desde que haja vontade, as coisas acontecem mesmo!!
    Do pouco que conheço de ti (e falo do que para aqui deixas passar, claro) não restam dúvidas que és empreendedora e criativa e por isso te desejo, sempre, muito sucesso na realização dos teus projectos.
    A tarte, além de estar linda, tem frutos vermelhos e, como tal, enche-me totalmente as medidas.
    Beijinhos,
    Lia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *