Bolo de chocolate com kumquat caramelizado

Desde que mudei de casa que coloquei num canteiro árvores de citrinos: limoeiro, limeira, tangerineira, laranjeira e um kumquat. Todas as árvores estão a começar a dar frutos, mas o kumquat é inacreditável. Está carregadinho de frutos. E mal o vi assim percebi que tinha de começar a pensar em receitas para fazer com eles.

Aprendi a comer o fruto em Itália, na Sicília, o ano passado quando fui de férias. Foi uma senhora, de uma frutaria de rua que me ofereceu 4 kumquats e me disse como devia comê-los. Devemos apertar os frutos pelas extremidades, com a ajuda de o indicador e do polegar, espremê-los até que libertem o suco. E depois devemos comê-los assim, inteiros, com a casca. Se os descascarmos serão extremamente ácidos, o doce está na casca. O sabor deles é muito intenso e bastante diferente dos outros citrinos que estamos habituados a consumir. Mas, pessoalmente, eu gosto bastante do sabor deles, e assim em receitas fica delicioso e muito exótico.

Esta é a minha árvore. Pelo que estive a ler os kumquats aguentam temperaturas muito frias e muito húmidas, talvez seja por isso que a minha árvore esteja assim, carregadinha. Em qualquer horto vendem-se estas árvores, pelo que se tiverem um canteiro ou um jardim (mesmo que pequeno) aconselho a plantá-la, temos o clima ideal para elas.

E, no meio de muda de fraldas, das mimices, de dar de mamar de 3 em 3 horas, uffa… consegui fazer esta receita para vocês. Não foi fácil. Preparar tudo, fazer a receita, fotografar, editar e agora publicar. É um sentimento bom, este de conseguir vir aqui publicar uma receita que ficou deliciosa e que vem brindar a vinda do meu irmão, que chega hoje após ter estado 10 meses fora em trabalho. Finalmente estará a família completa e ele poderá conhecer a nova sobrinha.

Para brindar esta apresentação nada melhor do que um bolo assim, não acham?

Bolo de chocolate com kumquat caramelizado

Ingredientes:

[Cobertura]

Cerca de 30 kumquats
200ml de água
250g de açúcar
1c. de chá de pasta de baunilha
1c. de sopa de rum

[Bolo]

4 ovos
2 chávenas de açúcar
1/2 chávena de margarina líquida vaqueiro
raspa de 1 limão
sumo de 1/2 limão
125g de iogurte grego natural
1 e 1/2 chávenas de farinha
1c. de chá de fermento em pó
1/2 chávena de cacau em pó

Preparação:

[Preparação da cobertura]

Fatie às rodelas bem fininhas os kumquats.
Num tachinho leve ao lume a água com o açúcar, a baunilha e o rum. Deixe levantar fervura e reduza a temperatura para médio. Coloque na calda as rodelas de kumquat. Deixe cozer durante 20 a 30 minutos. Retire as rodelas e deixe-as secar numa rede para bolos.
Volte a colocar a calda no lume e deixe reduzir até fazer um caramelo líquido.

[Preparação do bolo]

Pré-aqueça o bolo a 180ºC.
Separe as gemas das claras.
Numa batedeira coloque as gemas e o açúcar e bata até formar uma massa esbranquiçada. Adicione a raspa de limão, o sumo do limão, o iogurte e a margarina Vaqueiro. Bata tudo muito bem. Adicione a farinha, o cacau e o fermento em pó e bata até envolver tudo bem.
Junte as claras previamente batidas em castelo, envolva com a ajuda de uma espátula.
Unte uma forma de 20cm de diâmetro com manteiga e farinha e leve ao forno.
Reduza a temperatura do forno para 150ºC e retire o bolo do forno fazendo o teste do palito, quando o mesmo sair seco.
Deixe o bolo arrefecer por completo.

Decore o bolo com os kumquats caramelizados e pincele com o caramelo.

Bolo de chocolate com kumquat caramelizado Comentários
  1. Olá Maria João,

    Começo por te dar os Parabéns pelo lindo bolo que nos apresentas, está fantástico.
    E depois aprendi algo contigo aqui. Eu jamais imaginaria que o Kumquat se dava no nosso país, sempre olhei para ele como uma espécie de fruto exótico que era importado. Ainda bem, deve ter-te dado um gozo imenso teres usado a tua própria fruta nesta receita que a meu ver é perfeita para celebrar essa riqueza que temos sempre de preservar e que é a família.
    Beijinhos e obrigado pela tua inesgotável inspiração. 😉

  2. Olá Maria João!
    Não conhecia este fruto e quando vi a foto no face fiquei muito curiosa. O bolo está lindo, tal como as fotografias. Bom mesmo seria prová-lo!
    Tudo a correr bem com as tuas pequenas!
    um beijinho

  3. que lindo bolo 🙂 olha falta-me essa árvore lá em casa. devia-te ter roubado um e experimentado para ver ao que sabe e se gosto 😛 por aqui nunca encontro à venda.
    Vou pesquisar 😉 um beijinho grande e as boas vindas para o teu mano ****

  4. Não conhecia esse fruto, mas parece-me o ideal para plantar na quinta. Na Serra de Montejunto, fria e húmida, a cama ideal para essa árvore.
    Bom regresso do mano para a família, imagino que tenha sido um dia festivo e com o bolinho, mais ainda.
    Beijinhos
    Cláudia

  5. Olá Clavel,
    Em primeiro lugar, muito obrigada pelas sábias palavras que hoje me deixaste. Apreciei muito a tua intervenção e agradeço. Obrigada!
    Quanto a este lindo bolo, embora conheça os kumquats de tanto os ver na televisão e os Chefs a fazer maravilhas com eles, nunca os vi à venda, ou melhor, vi uma ou duas vezes, mas como não sabia se iria gostar, não comprei.
    A tua árvore é linda e está mesmo carregadinha e agora que li aqui que se dão em climas frios, deste-me o mote para plantar uma no meu jardim.
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia

  6. Olá, pois estava prestes a mandar os meus kumquats todos para lixo, até tu me explicares em tua casa como os devia comer, acredito que esta deve ter sido a missão da tua vida para comigo, obrigada! 😀 Quanto ao bolo, parece-me muito bem. Um beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *