Este nem o Ambrósio resistia…

Estamos em época festiva. As cidades, vilas e aldeias vestem-se a rigor para a festa do disfarce e da folia. “No carnaval ninguém leva a mal!” E será que “no carnaval podemos comer mal?” Eheheh “Mal” no sentido de menos saudável, mas bommmm, mesmo bom, de perder a cabeça.


Nunca fui muito ligada ao carnaval, confesso. Mas quando era miúda adorava festejar com os meus irmãos e os meus primos todos. Somos uma família grande, e nós quando éramos miúdos qualquer pretexto para estarmos juntos e brincarmos era fabuloso. E, em nossa casa, ou em casa dos meus tios juntávamo-nos todos e fazíamos grandes festas. Ainda hoje a minha família festeja o carnaval, numa quinta de uns tios meus. É uma festa grande, mas o que gosto mesmo não é da brincadeira das máscaras e disfarces( confesso que detesto máscaras feias e assustadoras), o que adoro é o facto de estarmos todos juntos. Dizem que os amigos são a família que nós escolhemos, eu não escolheria outra família que não a minha verdadeira.

E então hoje para festejar o carnaval em vez de máscaras e disfarces, fiz um bolo bem recheado, bem doce, enfim nada saudável, mas tão bom que nem o Ambrósio resistia. Ahahah O Ambrósio é aquele senhor que aparecia num anúncio dos chocolates Ferrero Rochè, lembram-se? Uma senhora com um vestido dourado, extremamente espampanante, num carro luxuoso, tocava no ombro do motorista e pedia “Ambrósio, apetecia-me algo!” E ele respondia “Tomei a liberdade de pensar nisso, senhora.” e carregava num botão que abria uma porta pequena no carro, de um frigorífico, e saíam de lá uma pirâmide dos chocolates.

Era um anúncio a puxar pela sensualidade e sexualidade de saborear um chocolate, que se posiciona como algo luxuoso e, que no fundo, está ao alcance de todos. Quase como a dizer ao consumidor, ao saborear este chocolate está a pertencer à alta sociedade. Enfim, um pouco exagerado a meu ver, mas extremamente eficaz, pois já tem anos e anos e ainda me lembro dele como se tivesse sido ontem que o vi.

Este bolo, para mim, lembra-me os Ferrero Rochè, é como se fosse um gigante em forma de bolo. Hummm que delícia. Retirado do livro da Katie, What Katie Ate, é mesmo para repetir. Uma excelente opção para dias de festa.

Bolo de café, avelãs e frangelico
(Receita do livro What Katie Ate)

[Bolo]


Ingredientes:

250g de avelãs
1c. de sopa de café instantâneo de boa qualidade
80ml de água a ferver
300g de manteiga sem sal, à temperatura ambiente
300g de açúcar refinado
6 ovos batidos levemente
60ml de frangelico
2c. de sopa de leite
450g de farinha
2c. de sopa de fermento em pó
1 e ½ c. de sopa de cacau em pó

Preparação do bolo:

Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Descasque as avelãs 250g + 45g (da areia de chocolate). Coloque-as num tabuleiro que possa ir ao forno para as torrar. Cuidado para não as queimar. Quando estiver alouradas retire-as do forno. Coloque as avelãs num pano lavado. Cubra-as com o pano e com as palmas das mãos presione-as e rode-as para friccionarem umas nas outras e libertarem a pele. Volte a separar os 45g dos restantes 250g e reserve.

Unte com manteiga e farinha 3 formas de 20cm. (Eu usei 2 formas)

Dissolva o café instantâneo na água a ferver até dissolver bem. Deixe arrefecer por completo. Com a ajuda de uma batedeira coloque o açúcar e a manteiga e numa velocidade média-alta deixe bater bem, até ficar uma massa esbranquiçada e leve, durante sensivelmente 8 minutos (na bimby coloque a borboleta e programe 8 min/vel. 4). Reduza a velocidade da batedeira para baixa e vá colocando os ovos batidos em quatro ou cinco adições (na bimby programe 2 min/ vel. 2). Continue a bater até estar bem incorporado. Junte o frangelico e o leite e bata durante mais um minuto (1min/vel. 3). Junte o café já arrefecido e bata numa velocidade baixa até estar tudo bem dissolvido (1min/vel 2).

Numa taça peneire a farinha, o fermento e o cacau. Junte a mistura à farinha e envolva bem, com cuidado para não bater muito.

Distribua a massa pelas formas previamente untadas e leve ao forno a 180ºC durante 30 a 40 minutos. Vá vigiado e faça o teste do palito. Se sair seco é porque o bolo está pronto.

Retire os bolos do forno, desenforme e coloque-os numa rede para arrefecer completamente.

[Creme de manteiga e chocolate]

Ingredientes:

375g de manteiga sem sal, à temperatura ambiente
60g de açúcar em pó
105g de chocolate negro 70% cacau
3c. de sopa de leite
2c. de sopa de frangelico

Preparação:

Com a ajuda de uma batedeira coloque o açúcar e a manteiga e numa velocidade média-alta deixe bater bem, até ficar uma massa esbranquiçada e leve, durante sensivelmente 8 minutos (na bimby coloque a borboleta e programe 8 min/vel. 4).

Entretanto, num tachinho coloque água a ferver e numa taça resistente à temperatura coloque o chocolate partido aos pedaços e deixe derreter em banho-maria. Quando estiver derretido retire do lume e junte à manteiga e ao açúcar. Envolva muito bem (na bimby 1min/ vel3).  Junte o leite o frangelico e envolva bem.
Reserve.

[Areia de chocolate]

Ingredientes:

45g de avelãs
10 suspiros (podem ser de compra)
50g de chocolate negro

Preparação:

Derreta o chocolate em banho-maria. Num robot de cozinha pique as avelãs com os suspiros até fazer uma espécie de areia. Junte o chocolate derretido, mexa bem.
Reserve.

[Ganache de chocolate]

Ingredientes:

140g de chocolate negro 70% cacau
200ml de natas montadas em chantilli
1 c. de sopa de frangelico

Preparação:

Derreta o chocolate em banho-maria. Bata as natas até montar em chantilli. Junte o chocolate às natas, envolva com a ajuda de uma vara de arames e no final junte o frangelico.

Montagem do bolo

Barre com o creme de manteiga e chocolate em dois dos bolos. Coloque por cima dos mesmos a areia de chocolate. Vá colocando uns por cima dos outros. Cubra as três camadas com o ganache de chocolate. Cubra o bolo todo com as avelãs partidas aos pedaços.

E delicie-se… Partilhe este bolo, é muito bom, mas extremamente calórico. 🙂

Este nem o Ambrósio resistia… Comentários
  1. Ai valham-me os anjinhos… eu perdia-me com este bolo… juro!! É isso e bolachas maria com nutella – sabe-me a Ferrero Rocher que se há-de fazer.
    ADOREI 🙂

  2. Bem, Maria João, isto é que é uma verdadeira bomba calórica! Mas o prazer compensa o pecado com certeza!
    Afinal, não é um bolo para se comer todos os dias!!!
    As fotos estão fantásticas!
    Bjinhos e bom Carnaval!

  3. qual Ambrósio qual carapuça! Quem não resiste sou eu!!!! Olha, no próximo domingo é o meu aniversário, este bolo era perfeito. Até porque o frangélico só é o meu licor favorito (já para não falar na combinação chocolate e avelãs!)

  4. Ai meu Deus… ver isto a esta hora avançada da noite não se faz… 🙂 estou a babar por cima do teclado e vou ter sonhos bem docinhos depois de ver este bolo.. 🙂
    Lindo, lindo e as fotografias nem se fala.. 🙂

    beijinhos e uma boa semana
    Mafalda

  5. Um belo bolinho não é? Adoro o livro da Katie e os bolos dela são inspiardores.
    De vez em quando um pecado assim, delicioso e maravilhoso, para animar.
    Ficou lindo!! Um beijinho.

  6. Adoro esse livro da Katie, Clavel. Aliás, acho que deve ser o livro que já usei mais e entre as receitas que já experimentei e publiquei no Salsa verde, no Lemon e as que ainda estão para publicar no computador, posso dizer que todas saíram perfeitas e deliciosas. Esse bolo, curiosamente, escapou ao meu escrutínio, mas agora que o publicaste, lindo, apetitoso e majestoso, lá vai ele ter de ir para o forno, eheheh (mas só na Páscoa, pois estamos em jejum até lá, certo…?)!!
    Beijinhos,
    Lia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome *